"Não vos deixarei órfãos. Eu virei a vós."
Jo 14,18 (6 P-Ano A)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Tempo Pascal

Abadia de São Norberto

Rua Tenente Navarro, 446 – Chácara Braz Miraglia

Tel./Fax: (14) 3622-2721 / 3625-1753

E-mail: abadia.jau@netsite.com.br ou premonstratense@uol.com.br

 

          

 

A Ordem Premonstratense surgiu no ano de 1120, na cidade francesa de Prémontré. Foi fundada por Norberto de Gennep, filho do conde de Gennep, região que se localizava no atual território da Holanda. O fundador se tornaria mais tarde São Norberto. Desde muito jovem, foi ligado à igreja e conviveu entre monges e sacerdotes. Em sua adolescência, depois de presenciar atos de violência contra religiosos, decidiu que iria viver recluso. Mais tarde, decide fundar um convento, no interior da França, e reúne um grupo de seguidores. Resolvem se dedicar ao auxílio aos necessitados e fazem três votos: pobreza, celibato e obediência a Deus. Após a fundação do primeiro convento, começam a surgir outros, na França e na Alemanha, inicialmente, e depois nos chamados Países Baixos, no norte da Europa. Nos séculos seguintes a ordem se espalha por todo o mundo.

A história da Abadia Premonstratense de São Norberto de Jaú, primeira na América Latina, começa em Pirapora e remonta aos fins do século XIX, quando, inspirado pelo papa Leão XIII, o então bispo de São Paulo, D. Joaquim Arcoverde Cavalcanti, dirigiu-se ao prelado da Abadia de Averbode (Bélgica), solicitando sacerdotes para trabalho em sua diocese. Aceito o convite, D. Gumaro Crets, no capítulo da abadia, nomeou os primeiros cônegos destinados à nova fundação: Côn. Vicente van Tongel e Côn. Rafael Goris, destinados a administrar o Santuário do Senhor Bom Jesus de Pirapora e iniciar um colégio que devia ser construído no mesmo lugar, por conta do bispado de São Paulo.

 

 

Em 07 de agosto de 1896, Côn. Rafael e Côn. Vicente partiram da Bélgica. Chegando ao porto de Santos, subiram até São Paulo e ficaram hospedados no Seminário Diocesano, a fim de aprender a língua portuguesa. Em 26 de dezembro de 1897, o Santuário do Senhor Bom Jesus foi elevado a paróquia e recebeu como primeiro pároco o Côn. Vicente van Tongel. Em 1897, começaram a construção do colégio, que se tornou o Seminário Menor Metropolitano de São Paulo, de 1905 a 1949. Depois funcionou aí o Seminário Premonstratense, de 1949 a 1973. Até 1973, o convento de Pirapora foi a casa central da canonia.

Em 1901, uma nova frente de trabalho foi aberta em Jaguarão, no estado do Rio Grande do Sul, extremo sul do Brasil, fundando-se aí, o Colégio do Espírito Santo. Como o ideal missionário crescia cada vez mais na Europa, o número de vocações missionárias também aumentou, o que permitia a Averbode enviar, a cada ano, mais confrades ao Brasil. Assim, as casas cresciam e o trabalho aumentava. Em 1909, os cônegos aceitaram cuidar do Colégio São Vicente de Paulo, que, até então, fora dirigido pelos padres lazaristas, em Petrópolis, estado do Rio de Janeiro.

 

          

 

Mas, em 1914, devido às leis maçônicas contra o ensino particular, a comunidade premonstratense de Jaguarão, vendo seu trabalho dificultado, transferiu-se para Jaú, a pedido do bispo de São Carlos, continuando o ensino no Ateneu Jauense, que funcionara até então.

Assim, a trajetória dos cônegos Premonstratenses, há 102 anos em Jaú, vai muito além da religião e se confunde com a história da educação na cidade. No início, os religiosos cuidavam apenas dos afazeres da comunidade católica. O serviço voltado exclusivamente para a vida religiosa, no entanto, durou pouco mais de um ano. Em 1915, foram convidados a cuidar de um colégio construído por lideranças da cidade, no final do século XIX. A escola, que se chamava Ginásio Jorge Tibiriçá, passou a se chamar Atheneu Jauense e ficou sob a responsabilidade dos religiosos a partir daquela data. O trabalho dedicado resultou rapidamente no reconhecimento do público. A escola teve nível comparado aos melhores colégios do País, incluindo o Colégio Dom Pedro II, no Rio de Janeiro, considerado o de melhor nível do Brasil no início do século passado. Entre os anos de 1940 e 1960, período considerado por muitos historiadores como a fase áurea da educação do País, o São Norberto era a única escola secundária de formação não-técnica de Jaú. Os filhos das famílias mais tradicionais da cidade cresciam sob a orientação dos premonstratenses. Em 1926, uma lei municipal mudou o nome do Atheneu para Ginásio Municipal. Em 1942, ainda sob o comando dos cônegos, a escola passou a se chamar Colégio São Norberto, mesmo nome do patrono da Ordem. O título permaneceu até a desativação da escola, nos anos 70.

 

               

 

A comunidade de Jaú foi erigida em Priorado de regimine, no ano de 1976, sendo dedicada a Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças e São Norberto, padroeiros da igreja conventual. No ano 2000, durante o Capítulo Geral, em Roma, foi elevada à dignidade de Abadia, recebendo como lema "Per crucem ad lucem" (Através da cruz à luz).

O primeiro abade foi o Reverendíssimo Cônego Bonifácio Hartmann; o abade atual é o Revm. D. Oswaldo Francisco Paulino.

 

A vida conventual centra-se na celebração comum do Ofício (horas maiores) e a missa conventual, diária, concelebrada por todos, inclusive pelos confrades que são párocos. As refeições também são tomadas em comum. Normalmente, funciona, também, na casa de Jaú, o noviciado da canonia.

Atualmente os membros da ordem dedicam-se ao trabalho religioso, ao atendimento do público e acompanham trabalhos da comunidade. Ocupam as instalações da Abadia de São Norberto, localizada ao lado do antigo colégio, na Rua Tenente Navarro.

Também é membro da comunidade abacial de Jaú o Excelentíssimo e Reverendíssimo D. Paulo Mascarenhas Roxo, bispo emérito de Mogi das Cruzes (a cerca de 400 km de Jaú).

 

Visite o perfil da Ordem Premonstratense no Facebook: https://www.facebook.com/conegos

Visite também a página da Abadia no site da Ordem Premonstratense na América Latina na Internet: http://www.norbal.org/Catalogo-da-Abadia-de-Jau)

PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3622-2814  /  (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br